Por mais um mês energia elétrica lidera ranking de reclamações do Procon

Primeira Hora 07 de outubro de 2016 4852 visualizações
Compartilhar    


O Procon Estadual registrou 2.411 atendimentos em setembro. Por meio do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), foram 1.696 registros, enquanto que pelo atendimento online – http://www.consumidor.gov.br – foram 715 reclamações em Mato Grosso.

 

No Sindec, o campeão de reclamações foi a categoria “Serviços Essenciais”, com 803 registros. Liderando o setor está “Energia Elétrica”, com 281 atendimentos, seguido por “Água e Esgoto”, que teve 265 registros. A terceira posição ficou com “Telefonia Celular”, com 161 reclamações.

 

O segundo lugar do ranking é ocupado pelo setor “Assuntos Financeiros” com 318 reclamações, registrando 108 procedimentos para a categoria “Banco Comercial”, 63 para “Cartão de Crédito” e 56 para “Cartão de Loja”.

 

A área “Produtos” está em terceiro lugar do ranking, com 250 atendimentos: 55 para a categoria “Telefone” (convencional, celular, interfone, etc), 19 para “Móveis para Quarto" e 12 para “Geladeira e Freezer".

 

Já o setor “Serviços Privados”, com 246 registros, ocupa a quarta posição, com 66 procedimentos para “TV por Assinatura” (cabo, satélite, etc), 44 para “Escola” (pré, 1º, 2º graus e superior) e 38 reclamações para a categoria “Estabelecimento Comercial” (supermercado, loja, padaria, locadora, frutaria, etc).

 

O setor “Saúde” está em quinto lugar, registrando 36 reclamações, seguido pelo setor de “Habitação” com 28 reclamações. A última posição do ranking é ocupada pela categoria “Alimentos”, que teve 15 registros.

 

Integram o banco de dados do Procon estadual os registros efetuados na sede do órgão e nos postos de atendimento do Ganha Tempo da Praça Ipiranga, da Assembleia Legislativa e do Ganha Tempo do Várzea Grande Shopping.

 

Atendimento online

 

Por meio da plataforma www.consumidor.gov.br, foram registradas 715 reclamações em Mato Grosso. A área “Telecomunicações” lidera o ranking, com 330 registros; em segundo lugar estão os “Serviços Financeiros”, com 220 reclamações; e em terceiro, “Produtos de Telefonia e Informática”, com 81 registros.

 

Em quarto lugar está “Produtos Eletrodomésticos e Eletrônicos” com 33 registros. “Demais Produtos” ficou na quinta posição do ranking, com 23 reclamações, seguido de “Transportes”, com 11. Ocupando a sétima posição está a categoria “Demais Serviços” com nove registros, seguido de “Saúde” com quatro reclamações (oitava posição).

 

As categorias “Alimentos”, “Educação”, "Água, energia e gás" e "Turismo/Viagens" ficaram empatadas com um registro apenas. A categoria “Habitação” não teve reclamações registradas no mês de setembro na plataforma www.consumidor.gov.br.

 

 

Imagens

Comentários

Veja também

Geral
Fazendeiro é morto e funcionário fica baleado em estrada
Um homem identificado apenas como Ademir Pires que seria fazendeiro na região de São Félix do Araguaia foi morto com um tiro na nuca e seu funcionário baleado no...
13 de outubro de 2016
Geral
Filho do deputado Zeca Viana sai do estado de coma na Itália
O publicitário Marcelo Viana, 24, filho do deputado estadual por Mato Grosso Zeca Viana (PDT), saiu do estado de coma no início desta semana na Itália. Agora o jovem...
13 de outubro de 2016
Geral
MPF recomenda que Correios implemente medidas de segurança nas agências
A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) tem 20 dias, a contar da notificação, para apresentar um cronograma de implementação de medidas de...
11 de outubro de 2016
Geral
MT: Motorista dorme ao volante e amigo de 21 anos morre
Um jovem de 21 anos morreu após o carro em que estava capotar na MT-206, próximo ao município de Paranaíta (823 km ao Norte de Cuiabá). O acidente ocorreu no...
10 de outubro de 2016
Geral
Corpo de padre morto em Mato Grosso é transladado para o PR
O corpo do padre João Paulo Nolli, de 35 anos, que morreu após ser estrangulado em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, foi transladado na manhã desta segunda-feira...
10 de outubro de 2016