MPF recomenda que Correios implemente medidas de segurança nas agências

REPORTAGEM PRIMEIRA HORA COM ASSESSORIA 11 de outubro de 2016 7950 visualizações
Compartilhar    


A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) tem 20 dias, a contar da notificação, para apresentar um cronograma de implementação de medidas de correção no sistema de segurança nas agências em todo território nacional, a fim de desestimular a ocorrência de crimes, aumentando a eficácia da identificação dos criminosos e, sobretudo, garantindo um ambiente seguro aos consumidores e empregados. As medidas foram apontadas na Recomendação 22/2016 feita pelo Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT), que destaca que não deve haver a renovação ou celebração de novo contrato de “banco postal” com instituição financeira se o cronograma de implementação das medidas não for cumprido.


A recomendação, proposta pelos Procuradores da República Guilherme Rocha Göpfert e Marco Antônio Ghannage Barbosa, levou em consideração o apurado nos Inquéritos Civis 1.16.000.000350/2016 e 1.20.005.000204/2015-47, em razão do alarmante número de assaltos às Agências dos Correios nos diversos municípios de Mato Grosso, conforme constatado pela Superintendência da Polícia Federal no Estado.


No documento, os procuradores citam que somente no ano de 2015, até o mês de outubro, foram registradas mais de 150 ocorrências de furto e roubo em praticamente todas as agências dos Correios no estado. “Somente a agência instalada no bairro do Verdão, em Cuiabá/MT, foi alvo de cinco ocorrências de crime. Em igual sentido, somente a agência do Coxipó, em Cuiabá (MT), foi alvo de ao menos nove ocorrências de furto e roubo, entre setembro de 2015 a fevereiro de 2016”, aponta a recomendação. O documento também traz uma tabela com a lista de 205 inquéritos policiais instaurados desde 2012 a 2016, relacionados a furtos e roubos realizados em agências dos Correios, somente nos municípios abrangidos pela Procuradoria da República no Município de Rondonópolis.


A maioria dos crimes ocorridos não foi solucionada devido à dificuldade de identificação da autoria. E essa dificuldade é ocasionada pela falha do aparato de segurança, como, por exemplo, câmeras de segurança com resolução inadequada e a facilidade de localização do dispositivo que grava as imagens, sem a utilização de HD falso, por exemplo. “Não há como se ter serviço bancário nas unidades dos Correios sem que haja uma estrutura de segurança efetiva. Por isso recomenda-se que, se não forem colocados como cláusula do novo contrato para o funcionamento do Banco Postal os itens mínimos de segurança, o serviço não tem condições de ser prestado”, afirmou Göpfert.


Ainda de acordo com os procuradores, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT permanece omissa em tomar as medidas necessárias para a prevenção de danos aos consumidores e ao patrimônio público, por meio da adoção de um sistema de segurança eficiente e capaz de desestimular os eventos criminosos, como a instalação de porta giratória com detector de metais e de vigilância armada, e ressaltam também o descaso do Banco do Brasil com seus clientes atendidos pelo Banco Postal por não fornecer a eles a mesma segurança existente nas agências bancárias. “É preciso que haja um compromisso expresso das instituições com o consumidor, que é seu cliente, com a segurança destes e de seus bens, e para isso devem ser adotadas medidas de segurança”, ressaltou o procurador Marco Antônio Ghannage Barbosa.


Além do prazo para apresentar o cronograma, os Correios terão 15 dias para informar formalmente ao Ministério Público Federal se cumprirá a recomendação, sendo que a ausência de resposta será interpretada como recusa no seu atendimento. 


Conforme o procurador Marco Antônio, foi publicada notícia de que o Banco do Brasil desistiu de renovar o contrato do Banco Postal com os Correios. A empresa pública divulgou, em 7 de outubro, novo edital de seleção pública para seleção de instituição financeira para prestação de serviços de “Correspondente”. Em ofício encaminhado aos Correios, esclarece que as medidas de segurança constantes na recomendação deverão ser imediatamente incluídas nesse novo edital e posterior contrato com quem se sagrar vencedor do certame.

Imagens

Comentários

Veja também

Geral
Fazendeiro é morto e funcionário fica baleado em estrada
Um homem identificado apenas como Ademir Pires que seria fazendeiro na região de São Félix do Araguaia foi morto com um tiro na nuca e seu funcionário baleado no...
13 de outubro de 2016
Geral
Filho do deputado Zeca Viana sai do estado de coma na Itália
O publicitário Marcelo Viana, 24, filho do deputado estadual por Mato Grosso Zeca Viana (PDT), saiu do estado de coma no início desta semana na Itália. Agora o jovem...
13 de outubro de 2016
Geral
MT: Motorista dorme ao volante e amigo de 21 anos morre
Um jovem de 21 anos morreu após o carro em que estava capotar na MT-206, próximo ao município de Paranaíta (823 km ao Norte de Cuiabá). O acidente ocorreu no...
10 de outubro de 2016
Geral
Corpo de padre morto em Mato Grosso é transladado para o PR
O corpo do padre João Paulo Nolli, de 35 anos, que morreu após ser estrangulado em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, foi transladado na manhã desta segunda-feira...
10 de outubro de 2016
Geral
Sorriso: vagão de bitrem se desprende e lança material sobre pista
Nesta manhã(07),  no  KM  53  da MT-242, rodovia estadual  que liga  a cidade de Sorriso  a  Nova  Ubiratã, ocorreu um  acidente...
07 de outubro de 2016